Em Tamandaré, Bebeto do Escritório O Pioneiro divulga carta enviada ao Prefeito Hildo Hacker

O Pré-Candidato a Prefeito pelo Partido da Mobilização Nacional – PMN –  BEBETO do Escritório O Pioneiro, divulga carta enviada ao Prefeito de Tamandaré, Hildo Hacker, e convoca todo cidadão e cidadã, homens e mulheres honestos e honrados de Tamandaré para uma grande mobilização em defesa do crescimento econômico de Tamandaré, por emprego, renda e segurança para nosso povo.
Convida também todos os dirigentes de Partidos Políticos e seus filiados, todos os Vereadores e demais pré–candidatos a formarem um grupo coeso para abraçar esta grande causa e indicar nesta coalizão o candidato a Vice-Prefeito.
Apela ainda a grande maioria da população de Tamandaré que é composta por mulheres ordeiras, guerreiras, trabalhadoras, dedicadas e na grande maioria muito mais honestas que os homens, para abraçarem esta grande causa política, pelos seus filhos, seus netos e todos os seus entes queridos.
Veja a íntegra da carta:

Tamandaré – PE, 1º de Abril de 2016.
À
José Hildo Hacker Júnior.
Nesta.
Caríssimo amigo.
Sinto-me abandonado SIM!, por um amigo em quem sempre confiei. Fui leal. Fui sincero. Empenhei minha palavra de Homem, minha palavra de honra e cumpri com ela. Não organizei uma boa equipe de candidatos a Vereador (mesmo após você, amigo Hildo e o Raul Henry, haverem tomado no tapetão o PMDB). Mesmo com todas as evidências de que seria preterido por ti na escolha de candidatura a Prefeito. Mesmo ouvindo de muitas pessoas ligadas a você e a mim, de pessoas de nosso grupo e evidentemente de muitos dos opositores de teu governo, que você jamais iria apoiar minha candidatura, que o candidato apoiado  pelo teu grupo “particular” e por teu irmão, seria o Bergue. Em nenhum momento fugi do barco para sair do PSB e formar minha equipe e quebrar minha palavra de honra, mas você simplesmente me abandonou!.
Esperei uma mensagem sua, vigiando meus e-mails e MSN durante estes 15 dias pp. muito especialmente esta última semana. Ontem, dia 31/03/2016, abri meu computador para ver meus e-mails as 23;30h, na vã esperança de ver uma mensagem sua me chamando para uma reunião decisiva de escolha de candidatura e NADA! NADA! Meu telefone também não saiu de perto de mim todo este tempo aguardando uma ligação sua.
Sou fiel e continuarei sendo fiel aos meus princípios. Tudo quanto falei para ti, antes e depois de nosso compromisso firmado dia 30-09-2015, será honrado, será mantido. Sou candidato a Prefeito SIM, com um objetivo definido que é transformar Tamandaré em Cidade Modelo em Educação e na cidade de maior crescimento econômico de Pernambuco. Vou aproveitar o bom trabalho que você fez em construir e reformar as Escolas mas vou priorizar os Profissionais da Educação de nosso município para esta grande e importante tarefa para levar ao Brasil o nome da cidade de Tamandaré.
Você foi, porque seu tempo é findo, o Prefeito que fez calçamentos, construiu e/ou reformou escolas, hospital, Postos de Saúde e prédio da Prefeitura e terá seu nome lembrado por estes feitos e eu serei lembrado como o Prefeito que transformou Tamandaré em Cidade Modelo em Educação e na cidade de maior crescimento econômico de Pernambuco! Sem pisar nem ferir ninguém.
Saí do PMDB e fui para o PSB, para manter o acerto feito por ti e pelo Raul Henry, que me tiraram o PMDB e meu direito legítimo de candidatura pelo PMDB e hoje, saio do PSB para organizar uma legenda e um novo grupo de candidatos a Vereador, EM APENAS DOIS DIAS! Mas, confiando no meu protetor, que nunca me abandonou, em  minha persistência e meu trabalho, no povo sério e honesto de minha cidade, sei que sairei vencedor neste pleito, porque Deus estará sempre ao meu lado para me proteger, guiar meus passos, me governar e me dar sabedoria para governar esta cidade.
Faço agora um convite para você organizar todo seu grupo  e indicar um vice-prefeito numa coligação que poderemos firmar este ano, preferencialmente que este vice-prefeito seja seu irmão Bergue Hacker.
Um grande abraço.
José Soares da Silva
BEBETO

MPPE ingressa com Ações contra a Compesa pela má qualidade da água em Escada e Ribeirão

Água suja da Compesa em Escada. Foto: Luís Carlos Silva Lins

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ingressou com duas Ações Civis Públicas (ACPs), com pedido de tutela antecipada, contra a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), em razão da má qualidade da água ofertada nos municípios de Escada e Ribeirão (Mata Sul). Nas ACPs, o MPPE requer, entre outros pedidos, que a Compesa seja condenada a fornecer, de imediato, água própria para o consumo humano, dentro dos padrões de potabilidade estabelecidos pela legislação, em toda a sua rede de abastecimento; e que seja determinada a redução em 20% da tarifa cobrada aos consumidores dos municípios de Escada e Ribeirão, enquanto não for regularizada a qualidade no abastecimento.
De acordo com a promotora de Justiça Emanuele Martins Pereira, as Ações Civis Públicas ajuizadas foram fruto do Centro de Apoio do Consumidor (Caop Consumidor) do MPPE, que iniciou o projeto Água de Primeira,e constatou, por meio de relatórios emitidos pela própria Compesa, que a água proveniente das Estações de Tratamento (ETAs) de Escada e Frexeiras não atendem aos padrões mínimos de potabilidade. “O Caop forneceu todo o material e apoio necessários para auxiliar os promotores de justiça e beneficiar a população pernambucana num assunto de grande e vital importância”,diz a promotora.
Inclusive, nos relatórios, foi constatada a contaminação por Coliformes Totais logo após a água passar pela estação de tratamento. “Analisando os relatórios enviados pela Compesa, constatou-se a presença de Coliformes Totais nas próprias saídas das ETAs, ou seja, a água acabou de ser tratada e já apresenta contaminação. A legislação não permite tal situação”, afirma a promotora de Justiça.
Além disso, a Compesa não tem realizado o número mínimo de amostras previstas na legislação e, nas amostras realizadas, os padrões de potabilidade para bacteriologia e cloro estão alterados nas duas estações. “A contaminação da água que acabou de ser tratada reflete a total falta de controle sobre a qualidade da água fornecida, atestando a ineficiência do tratamento realizado pela Compesa”, alerta a promotora de Justiça, nos documentos.
Emanuele Martins ainda ressalta que a presença de Escherichia Coli não é acusada nos relatórios das análises das ETAs, simplesmente porque o exame não é realizado, mesmo sendo de fácil execução. “A análise da presença dessa bactéria é de grande importância, pois conforme Diretriz Nacional do Plano de Amostragem, a existência de Escherichia Coli é o mais preciso indicador de contaminação da água por material fecal, sendo um indício da ocorrência de micro-organismos patogênicos. Por isso, a Portaria nº2.914/11 estabelece que a água para consumo humano deve ser isenta de Escherichia Coli em qualquer situação, seja na ETA, seja na rede de distribuição”, destaca.
Nas ações, a promotora de Justiça ainda requer que, quando forem detectadas amostras com resultado positivo para Coliformes Totais, mesmo em ensaios presuntivos, ações corretivas sejam adotadas e novas amostras sejam coletadas em dias imediatamente sucessivos até que revelem resultados satisfatórios, com fulcro no art. 27, parágrafos 1º e 2º, da Portaria nº2.914/11.
Outras solicitações do MPPE são que a Compesa seja condenada ao pagamento de multa diária de R$ 500 mil, por descumprimento de cada obrigação, a ser revertida ao Fundo Estadual do Consumidor; e condenação genérica a indenizar os danos morais e materiais individualmente sofridos pelos consumidores, em quantum a ser fixado posterior à fase de liquidação individual, nos termos do artigo 95 combinado com o artigo 97, ambos do Código de Defesa do consumidor.
As ações foram ingressadas em dezembro de 2015 (Ribeirão) e janeiro de 2016 (Escada).

Padre Arlindo transforma a arena do Tamandaré Fest em um “lugar santo”

Celebração de missa. Foto Edmar Paz

Como faz há três anos, Padre Arlindo, da Paróquia de São Pedro, em Tamandaré, aproveita o megaevento Tamandaré Fest, que reúne milhares de pessoas na aprazível cidade litorânea durante o mês de janeiro, para promover a fé cristã através de um show paralelo, o Dia da Consciência Cristã.
Neste 23 de janeiro de 2016  o Dia da Consciência Cristã iniciou com adoração ao santíssimo, e subsequentemente a celebração da Santa Missa que foi presidida pelo pároco Pe. Arlindo e concelebrada pelos padres João Carlos e Damião Silva.
A cada ano com um público crescente, uma multidão de cerca de 12 mil pessoas marcaram presença no evento, rezando e cantando na Arena do Tamandaré Fest, que atrai, a cada ano, astros de maior renome. Nada menos que Elba Ramalho, Almir Rouche, Dudu do Acordeon, Viviane Arruda e Anna Alves dividiram o palco com Frei Damião Silva, de Jaboatão dos Guararapes, Padre João Carlos e o pároco da Paróquia de São Pedro, Padre Arlindo.

Show de Elba Ramalho. Foto Edmar Paz

Apesar de todas as dificuldades, Padre Arlindo considera uma vitória o crescimento anual do evento: “ ODia da Consciência Cristã tornou a arena do Tamandaré Fest um lugar santo, onde Cristo se fez presente em Corpo e Sangue, Alma e Divindade. Com muito atrevimento, sacrifício e amor, conseguimos realizar esse evento trazendo esse povo para mais perto de Deus”.
O evento, que já faz parte do calendário turístico religioso de Pernambuco, teve diversos apoios e patrocinadores, como a Empetur, governo do estado de Pernambuco, através da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, Prefeitura de Tamandaré, Projeto Tamandaré (Associação Padre Enzo), Água Mineral Santa Joana e Rota do Mar, entre outros. As fotografias são uma gentileza do excelente profissional local, Edmar Paz.

Artigo: O reacender das luzes

Roberto de Queiroz*

Na crônica “No apagar das luzes”, publicada no portal Nova+, em 22/12/2015, Admmauro Gommes assevera que, atualmente, “pedaladas” é um vocábulo “sujo” e não dá nem para limpá-lo por meio de um “lava-jato”, uma vez que o último vocábulo carrega em si uma carga de sujeira de maior tomo que o primeiro. Creio que, pelo andar da carruagem, toda a roupa mal lavada, ou melhor, suja, continuará de molho até as festas juninas. Depois desse período, ficará de molho novamente. E, infelizmente, pensar assim não é pessimismo. Eu chamaria de previsão factual.
Para Jorge Hélio, “o futuro é o passado andando de costas”. E, tendo em vista o cenário da política nacional contemporânea, cabem aqui as palavras do cônsul romano Marco Túlio Cícero (106 a.C. - 43 a.C.), que, embora escritas há mais de dois mil anos, ainda hoje são repetidas e parecem ter sido escritas em nossa era. Refiro-me às “Catilinárias”, sentenças acusatórias de Cícero contra Lúcio Sérgio Catilina, declaradas em pleno senado romano. Ali, Cícero expôs publicamente a dissimulação do líder da conspiração frustrada, Catilina, que insistia em frequentar o senado, apesar dos crimes que cometera. Logo no primeiro discurso, de um total de quatro, Cícero faz as seguintes indagações a Catilina: “Por quanto tempo ainda há de zombar de nós essa tua loucura? Não sentes que os teus planos estão à vista de todos?”
Do ponto de vista bíblico, a corrupção nasceu com Eva, implementou-se com Adão e, consequentemente, com seus descendentes (cf. Gen. 3.1-22). A corrupção é, então, uma praga que vem se alastrando desde os primórdios da humanidade. Por isso, concordo com a tese de que “o homem não se assombra de sua própria ganância” (Rui Barbosa).  Porém discordo desse célebre intelectual, quando ele afirma que, de tanto ver prosperar a desonra, a injustiça e os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Ao contrário, de tanto ver essas mazelas sociais e de tanto conviver com elas, o homem passa a agir por mimetismo. Como resultado, sua consciência adormece e ele passa a achar isso normal.
Por fim, parafraseando Marina Colasanti, eu digo que o homem se acostuma com essas coisas, mas não deveria... E asseguro que ainda não rimos de nossa honra nem termos vergonha de ser honestos. Assim, espero que o apagar das luzes deste final de ano seja breve e que estas, ao serem reacesas, tragam consigo as luzes da revitalização da esperança.

* Professor e escritor. Autor de “Leitura e escritura na escola: ensino e aprendizagem”, Livro Rápido, 2013, entre outros.
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / Blog: http://blogderobertodequeiroz.blogspot.com

jÁ ESTÁ ON LINE A EDIÇÃO DO GRANDE LITORAL AGOSTO

Já está disponível para você, amigo leitor que tem interesse nas notícias de Ipojuca, Sirinhaém, Rio Formoso, Tamandaré, Barreiros e São José da Coroa Grande a nova edição do jornal Grande Litoral. Além dos destaques da capa, muita informação do único jornal a circular com informações do Litoral Sul de Pernambuco. Clique na imagem acima e leia na íntegra o Grande Litoral. E não esqueça de curtir nossa fan page no facebook. Boa leitura!

Não esqueça de dar uma olhada no caderno LEIA MAIS, que circula no Grande Litoral e também na GAZETA NOSSA!