Jaboatão quer empréstimo de 57 milhões de dólares

Croquis do Parque Linear dorme nas gavetas da Secretaria de Desenvolvimento há mais de 5 anos

Segundo o projeto de lei, valores devem ser investidos no parque da orla e melhoria de vias urbanas

Paulo Rocha – A Câmara de Vereadores de Jaboatão aprovou e o prefeito Elias Gomes sancionou lei que permite ao executivo jaboatonense contratar empréstimo internacional no valor de 57 milhões de dólares, algo em torno de 228 milhões de reais a serem somados à dívida de Jaboatão e expostos à flutuação do dólar, ultimamente em alta e mantendo-se num patamar nunca visto. O empréstimo, no valor exato de US$ 57.292.926,00 (cinquenta e sete milhões, duzentos e noventa e dois mil e novecentos e vinte seis Dólares Americanos) deve ser feito junto a Corporação Andina de Fomento – CAF.
O projeto de lei que permite o contrato cita como destino do milionário empréstimo obras de recuperação da orla de Jaboatão e ações de mobilidade, como ruas da Zona Sul e de Cavaleiro, além da Ulisses Montarroyos e da Estrada da Curcurana. O Parque Linear da Orla, no papel desde o início da gestão, também poderá virar realidade, com pista de cooper, ciclofaixa, equipamentos para pratica de ginástica e esportes, arborização e quiosques.
O empréstimo carece ainda de aprovação do Ministério do Planejamento, e se aprovado (há uma resolução do Tesouro Nacional em vigor que inibe empréstimos internacionais por município), vai permitir que o prefeito Elias Gomes transforme, em seu último ano de mandato, a cidade em um canteiro de obras, para felicidade geral de candidatos oficiais e aliados.
A conta, claro, ficará para o futuro prefeito, que pegará um município endividade e não terá forças, nestes tempos de crise, para novas obras.

Elias Gomes quer mais feriados em Jaboatão

Dia de Santo Amaro está na lista. Foto: Marcelo Ferreira

O executivo de Jaboatão dos Guararapes enviou à Câmara municipal Projeto de Lei que estabelece como feriado o Dia de Santo Amaro (15/01), a Data da Fundação do Município (04/05) e os dias de São João (24/06) e de Nossa Senhora dos Prazeres, num total de quatro feriados municipais oficiais.
Caso a lei seja aprovada, o município completa a cota de feriados municipais religiosos, todos eles contemplando a Igreja Católica e ignorando as outras religiões, como as religiões afro e a evangélica, por exemplo.

Cootrape diz que Grande Consórcio Recife prepara golpe contra permissionários de Jaboatão

Foto: reprodução facebook
“Se preciso for vamos derramar nosso sangue” afirmam diretores
A Cootrape, cooperativa que integra a maioria dos permissionários do transporte municipal de Jaboatão dos Guararapes, por meio de vans e microônibus, postou hoje, 3 de setembro, nota indignada e extrema em sua página oficial do facebook, com relação a próxima inauguração do terminal de Prazeres e as possíveios linhas de transporte coletivo que serão abrigadas no terminal.
A preocupação dos permissionários é que sejam beneficiadas apenas empresas de transportes da Urbana PE e o sistema genuinamente jaboatonense fique de fora ou apenas com linhas deficitárias, uma vez que o “plano” tem sido mantido em segredo, não sendo discutido nem com os permissionários nem com a população.
Veja a íntegra da nota abaixo, onde os diretores afirmam ao final que, se preciso, vão derramar o próprio sangue, e também chamam as empresas de “invasores”:

“Estivemos semana passada reunidos no Grande Consórcio Recife com o Presidente Papaléo e com o diretor de planejamento Alfredo Bandeira, que bem poderia ser chamado de “Alfredo Bandeira dos Empresários de Ônibus”. Fomos atrás de informações sobre a nova rede que está sendo planejada para Jaboatão, com a inauguração do novo TI de Prazeres,mas como de costume, não nos foi revelado o projeto. Sabemos que esse Consórcio está na mão dos empresários de ônibus e que com certeza estão preparando mais um GOLPE contra nós permissionários de Jaboatão. Eles não têm nenhum respeito por nossa categoria e nem com o nosso povo. O senhor Papaléo e o senhor Alfredo acham que esse projeto preparado por eles para atender aos empresários de ônibus vai ser empurrado de goela abaixo como fizeram com o TI de Cajueiro Seco. Contamos com a sensibilidade do nosso Prefeito Elias Gomes, que sempre esteve ao nosso lado e ao lado do povo jaboatonense, que não permita mais essa barbárie, e contamos com todas as comunidades que nos tem procurado prestando solidariedade e apoio contra essa tentativa de monopolizar o nosso transporte tirando o direito do nosso povo de ter uma passagem mais barata e outra opção para se locomover. Não iremos desistir jamais, temos condições de prestar um serviço muito melhor que o deles e o mais importante trazendo recursos para nossa Cidade, para que seja investido na melhoria de vida de nosso Povo, porque pagar impostos para eles e não para o nosso Município. Estamos preparados para mais uma “Batalha dos Guararapes.” Se for preciso derramar nosso sangue em defesa de nossas famílias e de nosso povo, iremos derramar, pois nosso povo está acostumado a expulsar invasores.

Justiça determina que Jaboatão volte a pagar auxílio-moradia aos desabrigados da cheia de 2010

Foto: Marcelo Ferreira
A Justiça atendeu ao pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e determinou que o município de Jaboatão dos Guararapes restabeleça, em 72 horas (a partir de ontem, 31 de agosto), o pagamento de auxílio-moradia às 61 famílias desabrigadas nas enchentes de 2010. A decisão liminar do juiz Lauro Pedro dos Santos Neto, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Jaboatão, atende a uma ação civil pública ingressada pela promotora de Justiça Isabela Bandeira, e prevê ainda a conclusão do levantamento da situação de outras 203 famílias, em 30 dias. Além disso, o município deve incluir, imediatamente, na folha de pagamento outras famílias que se enquadrem nos pré-requisitos para percepção do auxílio-moradia. Caso a decisão judicial seja descumprida, poderá incidir multa diária no valor de R$ 2 mil, a ser revertida em favor das 61 famílias, sem prejuízo de outras sanções legais.
Na ação, a promotora de Justiça informou que, em 2010, quando vários municípios de Pernambuco foram atingidos por enchentes, Jaboatão dos Guararapes solicitou ajuda ao Estado para pagamento de auxílio-moradia, até o término da construção de conjuntos habitacionais. Assim, o Estado de Pernambuco firmou termo de compromisso com o Ministério da Integração Nacional, a fim de subsidiar o pagamento do benefício.
Esse termo de compromisso deveria ter validade de um ano, mas fora prorrogado quatro vezes, encerrando-se em 30 de dezembro de 2013. Com o fim da validade do termo, o município solicitou, ainda, um novo pedido de prorrogação, que não foi atendido pelo Estado, resultando na suspensão do pagamento do benefício às famílias.
“Buscando regularizar a situação das pessoas em estado de vulnerabilidade social, o MPPE expediu recomendação para fins de imediata inclusão das pessoas que tiveram os auxílios suspensos, não havendo, até a presente data, qualquer notícia do cumprimento da recomendação”, afirma Isabela Bandeira no texto da ACP.
A Defesa Civil de Jaboatão informou que, das 263 famílias que tiveram seus benefícios cortados pelo estado, apenas 61 famílias se enquadravam no perfil exigido pela Lei Municipal nº 343/2009, que dispõe sobre a concessão do auxílio-moradia. Mesmo assim, em audiência ocorrida em setembro de 2014, o município alegou não ter fundos para arcar com o pagamento do auxílio-moradia a essas famílias, e informou não saber quando o Estado entregará os conjuntos habitacionais, por isso, entende, assim, ser de responsabilidade do Estado continuar pagando o auxílio-moradia.
“O Estado de Pernambuco não está obrigado a financiar auxílio-moradia a estas famílias, pois ainda quando o fez, agiu por mera liberalidade ao assinar termo de cooperação, sendo evidente que as famílias que tiveram suas residências interditadas administrativamente não podem permanecer sem receber o auxílio-moradia. A Lei Municipal é clara e está vigente”, destaca a promotora de Justiça.
No texto da decisão, o magistrado corrobora os argumentos apresentados pelo MPPE. De acordo com ele, é imprescindível a promoção do direito social de habitação pelo Poder Público em situações em que atuou ordenando a interdição de desocupação de bens imóveis em situação de risco causada por catástrofe natural. “Deve o ente público promover condições dignas de habitabilidade aos cidadãos desalojados de seus lares, promovendo o pagamento de auxílio-moradia aos necessitados”, ressalta o juiz.

II Encontro de Músicos Gospel de Jaboatão dos Guararapes

O Conservatório Musical dos Guararapes promove pelo segundo ano consecutivo o Encontro de Músicos Gospel de Jaboatão dos Guararapes. O evento acontecerá dia 12 de Setembro, das 18h às 21h no Teatro Arena - Viaduto Geraldo Melo (Linduzinho de Prazeres). Segundo Edilson Vieira, músico responsável pelo Conservatório e coordenador do evento, é uma grande satisfação poder proporcionar a comunidade jaboatonese uma noite de música com bandas e cantores do próprio município, numa diversidade de vozes: cantores, cantoras e bandas formadas pelos alunos do conservatório e convidados. O evento é gratuito  mais informações pelos fones (81) 3061-6841 / 98441-7580 / 986018843

Muribeca dos Guararapes comemora em setembro 438 anos

A comunidade de Muribeca dos Guararapes, também conhecida como Muribeca Rua, comemora de 17 a 20 de setembro seus 438 anos de fundação.
Conhecida como “O berço de Jaboatão”, Muribeca dos Guararapes recebe dia 17, a partir das 8h, o “Prefeitura Com Você”, com atividades de interesse social. À noite, show musical.
Dia 18, sexta-feira, será promovido o concurso Garoto e Garota, com acompanhamento do DJ Peu seguido de shows musicais. No sábado, dia 19, haverá desfile cívico com escolas da Regional IV, pela manhã, abordando o tema Cidade Leitora. À noite o DJ Rouny Moura (Cantor católico) apresenta seus show.
No domingo, data de encerramento da festa e dia do aniversário da comunidade, haverá apresentações de igrejas evangélicas das 15 às 17h, seguida de Missa em Ação de Graças na Igreja Nossa Senhora do Rosário e Culto de Ação e Graças na Igreja Batista, às 19h.
O encerramento será com a apresentação da Banda Marcial Carlos Drummond de Andrade seguido de shows musicais.

Missa do Vaqueiro
Neste 30 de agosto, o Parque Arreio de Prata, em Jaboatão dos Guararapes, sedia mais uma Missa do Vaqueiro de Fè, a partir das 10h. Em sua terceira edição, a Missa do Vaqueiro traz como atrações Ronaldo Aboiador, Rogério Som e o forró pe-de-serra do Trio Caramuru.
Mais informações pelo fone 9. 8718.9942

Elias Gomes dá novo prazo para entrega do CineTeatro

Foto: perspectiva de como poderá ficar o espaço cultural quando pronto

Segundo o gestor, CineTeatro Samuel Campelo será entregue em outubro de 2015

O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, fez uma reunião com lideranças de Jaboatão Centro dia 25 de agosto, com o intuito de “analisar os pontos positivos e negativos da gestão, para dar continuidade aos acertos e reparar as falhas”. Na ocasião o gestor fez um mea culpa, ao declarar: “Assumimos que erramos com Jaboatão Centro, mas é certo que não falhamos com nossa prestação de serviço ao povo. Encontramos esta cidade numa situação alarmante e, hoje, no penúltimo ano de nossa gestão, queremos consolidar o restabelecimento da bandeira do governo municipal nesta regional”. O gestor destacou as obras da Policlínica Mariinha Melo, da Quadra Municipal Reginaldo Montenegro e do Cine Teatro Samuel Campelo. A primeira foi reinaugurada em outubro de 2014, a quadra teve suas obras iniciadas recentemente e o Cine Teatro Samuel Campelo se arrasta há vários anos. Com relação a este, Elias Gomes deu mais uma data para inauguração: “Após duas décadas fechado e de um enorme descaso, nosso cine teatro será entregue à população em outubro”, prometeu. Outra obra prometida para este ano ainda é a Ponte das Malvinas.

Prorrogada permissão para o transporte municipal em Jaboatão

Medida é considerada pela Cootrape uma vitória dos permissionários, mas a luta é pela renovação por mais dez anos

A luta por um transporte melhor em Jaboatão, comandada pela Cootrape – Cooperativa de Permissionários de Transporte Público de Passageiros avançou mais “round”, mas está longe de terminar.
A prefeitura de Jaboatão publicou dia 8 de agosto no Diário Oficial a prorrogação até 31 de dezembro da permissão para os veículos de pequeno porte.
A reportagem da Gazeta Nossa esteve na sede da Cootrape – uma das maiores e mais organizadas centrais de transporte de passageiros – e conversou mais uma vez com a diretoria sobre os problemas, avanços e entendimentos da categoria. Veja uma síntese da entrevista

Prorrogação ou renovação?

Alex Sandro e Eduardo Oliveira parabenizaram a sensibilidade do prefeito Elias Gomes e a atenção do novo secretário da área, Marconi Madruga. “A prorrogação é importante para que o sistema não entre em colapso (a permissão findava em agosto) mas nossa meta é a a renovação por mais dez anos, conforme reza o acerto original. Esperamos que neste prazo de quatro meses possamos sentar todos à mesa e resolver este problema de uma vez por todas. Acreditamos que, por ser uma questão municipal, não precisamos aguardar a morosidade do Grande Recife Consórcio nem das empresas de ônibus. A renovação por mais 10 anos é fundamental para que façamos novos inventimentos e melhorias no transporte público de Jaboatão com tranquilidade.


Diagnósticos e propostas

“O tão falado diagnóstico do sistema está demorado. Nós já fizemos o nosso, juntamente com nossas propostas, e olhe que conhecemos como ninguém o problema do transporte em Jaboatão, pois somos os únicos que estamos todos os dias em todas as comunidades de Jaboatão. Temos reunião marcada com os órgãos municipais para este fim de agosto, mas o Consórcio Grande Recife, mesmo interessado em explorar as linhas rentáveis da cidade, ainda não apresentou seu diagnóstico, prometendo somente para setembro. Além do mais, o diagnóstico do Grande Consórcio parece ser dirigido, é quase uma pesquisa em prol das empresas de ônibus para ver quais a linhas irão fazer parte do TI Prazeres, sem contemplar o transporte por veículos de pequeno porte. O Consórcio vive das contribuições das empresas de ônibus, então não tem interesse em nosso sistema de transporte municipal. E também não adianta oferecer aos permissionários de Jaboatão um ou dois boxes no TI, pois isso terá um preço muito alto tanto para nós quanto para a população. A propósito, a PMJG também não divulgou até hoje o seu diagnóstico sobre o sistema.


Terminal Integrado de Prazeres

“Está para ser inaugurado a qualquer momento, mas será um problema de trânsito difícil de ser enfrentado. Imagine a quantidade de ônibus articulados circulando pelas já saturadas vias do entorno. A nosso ver, este terminal devia ser exclusivamente para o transporte municipal de Jaboatão, pois as empresas já dispõe do TI Cajueiro Seco, bem próximo. Aí sim estaríamos organizando o trânsito dos micro-ônibus em toda a área de Prazeres, que hoje tem a maior concentração de veículos do sistema. É necessário que a Prefeitura convoque os interessados, que nunca foram chamados, para discutir a questão. Afinal, o TI está em território jaboatonense. por exemplo, qual será o impacto do TI Prazeres quando inaugurado, para todo o sistema? Quantas e quais linhas o terminal vai abrigar? Porque isso não é discutido com a população? O próprio Ministério Público solicitou, há dois anos, a formação de um grupopara analisar este impacto. A Secretaria de Mobilidade (SEMOBIL) através de sua Gerente de Lúcia Recena, deveria ter coordenado a formação deste grupo,, mas até agora esta solicitação do MP não foi contemplada. Nós queremos e buscamos a harmonia dos sistemas de transporte no município, mas o sistema atual não pode ser ignorado. O impacto social de uma possível exclusão dos veículos de pequeno porte seria tremenda, e os permissionários não vão aceitar de braços cruzados a inauguração do TI sem uma anterior discussão e sem a participação. Não podemos e não seremos ignorados neste processo!”


Nova Secretaria

“Consideramos um avanço a separação das secretarias, agora é uma que cuida do trânsito e outra do transporte. O novo secretário Marconi madruga é uma pessoa aberta às discussões, mas nos preocupamos com a equipe que será selecionada. É necessários que seja escolhido um corpo técnico de qualidade para solucionarmos de forma competente os problemas que ainda existem.


Avanços

– “Continuamos lutando para o processo avançar, estivemos recentemente com promotor público da capital Humberto Graça buscando novos entendimentos com as outras partes interessadas.  Além disso, estamos recadastrando todos os associados da Cootrape, já pensando na renovação por mais dez 10, pois sabemos que provavelmente não haverá lugar para todos neste novo processo, mas os mais capacitados e ativos garantirão seu lugar.


Integração Muribeca e Marcos Freire

– “Apesar de todas as dificuldades, queremos salientar que a Cootrape continua expandindo seus serviços. Recentemente ampliamos a cuirculação de veículos para atender a Segunda Etapa da Integração Muribeca (rua Botafogo), que agora conta com mais dois micro-ônibus, toralizando sete veículos na área e beneficiando mais de 450 famílias. A próxima área a ser contemplada será em Marcos Freire, principalmente no Loteamento Cidade Guararapes. Enquanto o sistema das empresas de ônibus tem greve e deixam os usuários sem transporte, os permissionários em Jaboatão continuam seu trabalho sem interrupção.

Shows musicais e oficinas de arte em Candeias

O Vibe – Qual é a Sua? acontece dia 29 de agosto e é promovido pelo grupo Flecha da Igreja Anglicana Espírito Santo, devendo reunir 500 jovens das comunidades atendidas pela ONG Casa da Esperança

Vibe é uma expressão popular e informal da língua inglesa, que deriva da abreviação da palavra vibration (vibração, em português). É amplamente utilizada no Brasil pelos jovens quando falam sobre estilo de vida, gostos e vontades. E a pergunta que sempre vem acompanhada deste conceito é: qual a sua vibe? Pensando nisso, o grupo cristão Flecha, em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Casa da Esperança, está promovendo o VIBE. O evento acontece no próximo dia 29 de agosto, a partir das 16h, na Casa da Esperança (Rua Campo Grande, nº 18, Candeias - Jaboatão dos Guararapes) e é direcionado aos jovens das comunidades das Carolinas, Espinhaço da Gata, Briga de Galo, atendidas pela ONG.
Na programação, a Casa será palco das bandas cristãs de rock e raggae Neemias, Ricardo Sorriso e Surfistas de Cristo. Os grupos de teatro e dança de Hip Hop, farão apresentações e promoverão oficinas para os interessados. Durante a atividade, um grupo de grafiteiros deixarão sua arte em um das paredes da área externa da Casa da Esperança e também oferecerão uma oficina de street art para os jovens. Cinco palestrantes também farão rodas de diálogo e falaram de suas histórias de vida ligadas à temas como drogas, violência e mudança de expectativa. O ingresso custa R$ 2 e será vendido no local no dia do evento, mas toda a programação e oficinas são gratuitas.
O principal objetivo da iniciativa é conscientização dos jovens sobre o perigo das drogas e da violência, além de mostrar através dos princípios cristãos, novos valores e perspectivas sobre a vida. “ O uso de drogas e a disseminação da violência é infelizmente um problema muito difundido nas comunidades. Queremos levar um novo olhar sobre a vida, que vai além da realidade que eles vivenciam no dia a dia. Estamos também rompendo as barreiras de que a igreja é algo distante, que funciona entre quatro paredes. A igreja somos todos nós”, conta um dos organizadores do evento do grupo Flecha, Alexandre Friedrich.
Grupo Flecha – Tem como foco principal a promoção de ações de estímulo ao engajamento voluntário e na arrecadação de recursos para a ONG Casa da Esperança. Em seu escopo de atividades, além do Vibe, está o Outlet 12 Horas, bazar premium para arrecadar fundos para a ONG; o Dia Esperança, que leva serviços e atendimento jurídico, médico e odontológico para a Comunidade das Carolinas e entorno; a Lojinha 12 Horas, boutique itinerante que vende gifts da Casa; e o principal evento anual do grupo, o 12 Horas de Louvor, que em 2015 terá a sua 11º edição com 12 horas seguidas de arte cristã, na Paróquia Anglicana Espírito Santo.
Antes o Grupo levava o nome “12 Horas de Louvor”. A partir deste semestre, após uma reformulação de sua identidade visual, ganhou o nome “Flecha”. O conceito do novo título remete ao foco do grupo: as pessoas, por meio da doação do seu tempo e recursos, como flechas, são as principais agentes de transformação social.
A Casa da Esperança – É uma instituição sem fins lucrativo dedicada a manter serviços sociais de assistência à crianças, adolescentes, jovens e adultos (mulheres gestantes) das Comunidades das Carolinas, Espinhaço da Gata e Sovaco da Cobra, em Jaboatão dos Guararapes. A Casa oferece serviços de saúde, educação, ensino religioso, esportes e cidadania, além de realizar cursos profissionalizantes e capacitação de voluntariado. Tem como foco promover a defesa e preservação do meio ambiente, o desenvolvimento sustentável, a ética, o desenvolvimento econômico, social e o combate à pobreza.
A ONG  iniciou suas atividades com o objetivo de apoiar as crianças da região, por meio de uma creche. Atualmente, atende 75 crianças cujas famílias são de baixa renda, em situação de vulnerabilidade social, de seis meses a cinco anos de idade. Oferece suporte pedagógico, atendimento pediátrico, psicológico e cinco refeições diárias. Além da creche, trabalha com jovens e adultos em projetos como o Videira, que auxilia grávidas no pré-natal, escolinhas de judô e futebol e ações que visam alcançar pessoas atingidas pelas drogas e a violência.
Toda a manutenção financeira da Casa da Esperança se dá por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas e através do programa de apadrinhamento, o Padrinho Esperança. O Programa prevê uma doação mensal de R$ 100, que corresponde ao valor da manutenção de uma criança na creche mensalmente. Hoje, a Casa possui uma lista de espera com mais de 300 crianças e por isso, possui um projeto para ampliação das atividades.

Leitor denuncia descaso com sítio histórico de Muribeca Rua

O leitor Hipólito Soriano manda fotos do que ele chama de “Descaso e desleixo do governo Elias Gomes com o patrimônio e a história da cidade”, referindo-se ao sítio histórico de Muribeca dos Guararapes, popularmente conhecido como Muribeca Rua.
Texto e legenda do leitor:
"Em Muribeca, berço da cidade de Jaboatão dos Guararapes, o Governo Elias Gomes da uma demonstração do seu nenhum interesse na conservação do Patrimônio Histórico da cidade. Veja as fotos da denúncia abaixo:

1 – Cemitério do Séc. XIX – Estrutura e fachada adulteradas pela PMJG – onde mais de 200 mil reais foram gastos.                    
2 – Pedra do Cristo perto da Matriz cercada por construções irregulares.

3 – Ruínas da Igreja – invadidas por construções e com placa do USF descaracterizando o Sítio Histórico.                     
4 – Prédio Histórico da Antiga Escola Municipal Barão de Muribeca – Séc. XIX – abandonado e caindo aos pedaços.
"Os exemplos acima já mostram o desrespeito como a Gestão Elias Gomes maltrata nossa História e com total falta de compromisso com o bairro que deu origem à cidade. Temos que nos rebelar e denunciar  estas atitudes que acabam com o nosso Patrimônio Histórico", diz Hipólito.
Nota da redação: Segundo o pesquisador James Davidson, o sítio histórico está tombado pela própria Prefeitura de Jaboatão e as ruínas da igreja de Nossa senhora do Rosário dos Homens Pretos em processo de tombamento pela Fundarpe, órgão estadual.
Veja mais sobre Muribeca Rua em: http://peredescoberto.blogspot.com.br/2008/03/muribeca-dos-guararapes.html